3 Dicas de como escolher o piso ideal para cada ambiente

3 Dicas de como escolher o piso ideal para cada ambiente

O piso de um imóvel pode parecer uma escolha simples e 100% baseada no gosto pessoal do proprietário. Mas a verdade é que cada ambiente de uma casa tem suas especificidades e vai combinar mais com um tipo de revestimento diferente. Por isso, é importante saber como escolher o piso ideal para diferentes cômodos.

Para te ajudar, separamos 3 dicas práticas que vão guiar esta importante decisão para o seu lar.

1. Avalie a funcionalidade do piso onde ele será instalado

A escolha do revestimento deve sempre considerar as condições do ambiente, tanto para garantir a durabilidade do material, quanto para oferecer conforto e beleza para o local.

Cada cômodo requerem diferentes cuidados, e cada tipo de piso pode oferecer certos benefícios:

●       Sala: é um dos ambientes que mais permitem a utilização de diversos tipos de revestimento. O importante é considerar opções resistentes e bonitas;

●       Quarto: o principal critério para esse ambiente é a sensação de aconchego e o conforto térmico. Para esse fim, os pisos de madeira e vinílicos são as melhores opções, pois são duráveis e trazem conforto;

●       Cozinha: trata-se de um espaço que exige revestimentos resistentes a água e fáceis de limpar;

●       Banheiro: a resistência à água, a baixa necessidade de manutenção, e a característica atérmica e antiderrapante são fatores a considerar;

●       Áreas externas: para os arredores da piscina, decks de madeira são muito indicados, por não reterem calor e evitam escorregões.

2. Considere a durabilidade

Em um primeiro momento, os materiais mais duráveis e resistentes podem parecer um investimento alto demais. Mas é importante lembrar que esse fator é essencial para manter seu lar bonito por muito mais tempo, e a escolha certa nesse sentido pode te poupar muito tempo, dinheiro e desgaste no futuro, se convertendo em um ótimo custo-benefício a longo prazo.

3. Considere a manutenção

Cada tipo de piso requer diferentes cuidados. A madeira, por exemplo, tem um processo de limpeza simples, que pode ser feito com uma vassoura de cerdas macias e um pano úmido. Porém, é um material sensível à água e pode deteriorar rápido em ambientes úmidos sem a devida proteção – duas características que devem ser levadas em conta antes da instalação.

Hora do check-list!

Para acertar na escolha do revestimento, vá além de suas preferências e o estilo de decoração de sua residência, e sempre considere:

– instalação;

– manutenção;

– durabilidade;

– adequação ao ambiente.

Dessa forma, você investe de forma inteligente e garante a beleza e a durabilidade do material que irá revestir seu lar.

Essas dicas foram úteis para você? Continue acompanhando a Green Engenharia aqui e nas redes sociais!

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Iniciar conversa
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?